Assista online: Pacs promove debate sobre financeirização da natureza e Brics na África

1-4

Acompanhe ao vivo aqui:

Nesta quinta-feira, 23, a partir das 14h, acontece o lançamento de dois estudos inéditos sobre o tema de financiamento do desenvolvimento e economia verde. O lançamento faz parte do seminário Novos rumos da crítica ao financiamento do desenvolvimento que marca a abertura das comemorações de trinta anos do Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul – Pacs. O seminário acontece na sede do Sindipetro-Rj, no Centro do Rio de Janeiro.

Saiba Mais sobre as duas pesquisas

BNDES

Baixe um resumo da pesquisa aqui:

http://www.pacs.org.br/files/2016/06/o_clima_do_negocio_intro_sem_marca_corte-3.pdf

O estudo  clima do negócio e o negócio do clima: O BNDES e a economia verde (em fase de conclusão) analisa como a incorporação da questão ambiental e climática por parte do BNDES vem resultando em conflitos ambientais e na consolidação da lógica mercantil aplicada à natureza. Neste processo, o BNDES junto com outros agentes dominantes dos setores público e privado no Brasil e no mundo, redefine o que é o ambiental e climático, fortalecendo a lógica de que inovações, tecnologias e a criação de “ativos” ambientais serão suficientes para superar problemas estruturais. 

O trabalho chama a atenção para o fato de que este  discurso gira em torno de uma crise ambiental e climática e não de uma crise política, econômica, moral e cultural observada e vivenciada pelas populações tradicionais que sofrem com o racismo e a injustiça ambiental. O estudo foi realizado pela pesquisadora Fabrina Furtado, colaborado do Pacs, economista, doutora pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional (IPPUR/UFRJ).

BRICS

Como se portam as empresas de países emergentes quando atuam em países empobrecidos do continente africano? Esse é o mote da pesquisa Brics na África: Mais do Mesmo?, coordenada pelo Pacs e desenvolvida pela pesquisadora Ana Garcia, do departamento de Relações Internacionais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Formado no contexto da crise financeira internacional, o grupo de países BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) surgiu como esperança de uma alternativa contra-hegemônica do Sul global frente às potências mundiais. Partindo de um questionamento crítico da capacidade e motivação dos BRICS na construção de uma nova ordem global, o estudo compara os acordos de investimento de empresas dos países BRICS com países africanos. O destaque fica por conta dos mapas que listam os Tratados Bilaterais de Investimento (TBIs) dos cinco países Brics em países africanos com volumes de Investimentos Externos Diretos (IEDs), apontando os principais setores econômicos e as empresas atuantes em cada país.

O debate de lançamento das duas publicações será transmitido online em endereço a ser divulgado na página do Pacs no Facebook. O seminário Novos Rumos da Crítica ao Financiamento do Desenvolvimento segue acontece até o dia 23 com debates abertos ao público. Os interessados devem enviar nome completo para o e-mail: contato@pacs.org.br. Confira abaixo a programação completa.

 

PACS 30 ANOS

#DebatendoAlternativas

Seminário Novos Rumos da Crítica ao Financiamento do Desenvolvimento

Rio de Janeiro, 23 e 24 de Junho de 2016

Local: SINDIPETRO RJ (avenida Passos, 34)

Inscrições: contato@pacs.org.br

Informações: (21) 2210-2124

Confirme presença: https://goo.gl/r7tEur

 

1
1

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Send this to a friend