Instituto Pacs lança livro de receitas elaborado na 16ª edição do curso Mulheres e Economia

Fazer formação política e econômica é também falar de cozinha.

A magia dos alimentos, da alquimia, das ervas e das histórias é essencial quando se fala de economia e das vidas das mulheres, afinal, a cozinha também é espaço de luta e de resistência. 🍅🥦🥕🍉

A pandemia atravessou o 16° ano do curso Mulheres e Economia, que faz parte da história do Instituto Pacs, e graças à reinvenção para o formato virtual foi possível, pela primeira vez, disponibilizar a participação na formação para mulheres de todo o Brasil.

Com cerca de 30 mulheres de cinco estados, o curso, que aconteceu em novembro e dezembro do ano passado, se propõe a abordar uma economia política feminista construída pelas
mulheres – sobretudo das negras, que são as que majoritariamente realizam o trabalho reprodutivo em suas casas. Além disso, algumas temáticas realizadas nos debates e rodas de conversas também foram o contexto da pandemia, a luta contra o racismo, autogestão, megaprojetos de desenvolvimento, economia solidária, agroecologia e agricultura urbana.

E é dessa formação que surgiu um livro de receitas produzido e elaborado inteiramente por mulheres, que trocaram entre si memórias afetivas e ancestrais através da comida.

📚 “Receitas Mulheres e Economia” conta com 26 receitas de mulheres, que trazem suas histórias e ancestralidades através dos alimentos. A publicação está disponível para download na Biblioteca Berta Cáceres.

A economia é política e deve estar nas mãos das mulheres! ✊🏾♀️

 

Fuente: Instituto PACS